Segunda - Sexta: 10:00h - 19:00h | Sábado: 9:00h - 13:00h
Title Image

Osteopatia

O que é e porque devo procurar a Osteopatia?

Osteopatia é uma medicina reconhecida da área da saúde, com a sua própria filosofia. Utiliza o contato manual, como conhecimento anatómico, fisiológico e científico para o seu diagnóstico e tratamento. Respeita a relação do corpo, mente e espírito na saúde, observando o paciente na sua globalidade. Tem em conta a integridade estrutural, funcional do corpo e a tendência intrínseca do corpo para a auto-cura.

Qualquer alteração física, metabólica, electromagnética e emocionais poderão instalar-se nos componentes músculo esquelético, visceral e faciais, criando disfunções ou patologias.
O tratamento Osteopático trata de ir ao encontro do reequilíbrio das funções do organismo e do funcionamento do corpo.

Todos nós estamos sujeitos a vários tipos de agressões, sejam elas químicas, radiações eletromagnéticas, psicológicas, físicas, sociais ou outras.
Estas manifestam-se na postura, na marcha, na nossa maneira de ser, na nossa maneira de estar e qualidade de vida. Desta forma surge a Medicina Osteopática, que pode aliviar, prevenir, complementar e tratar variadas situações/lesões.

Áreas de Intervenção

Prática de Osteopatia Geral

A Osteopatia é uma ciência terapêutica que tem como objetivo restaurar o equilíbrio do corpo através da terapia manual sendo que pode intervir em variadas situações, tais como:

  • Dores nas costas;
  • Hérnias discais;
  • Lesões desportivas;
  • Enxaquecas;
  • Fibromialgia;
  • Problemas Respiratórios;
  • Prisão de ventre;
  • Tendinites;
  • Tonturas;
  • Sinusite;
  • Stress
  • Ciática;
  • Torcicolos;

Osteopatia Pediátrica

Osteopatia pediátrica é uma vertente cujo principal objetivo é resolver as disfunções funcionais como estruturais apresentadas no pós parto e durante o crescimento do bebé, para que mais tarde, na idade escolar, adolescência e idade adulta, não surjam consequências ou compensações maiores.

Os maiores traumas músculo-esqueléticos acontecem no parto, por vezes os partos muito longos, difíceis, muito rápidos, com recurso a fórceps ou ventosas, bem como a cesariana. Esses deixam compressões ou restrições no corpo e crânio do bebé que, se não forem corrigidas, fazem com que o sistema músculo-esquelético procure compensações e alterações mecânicas que podem persistir e apresentarem-se através de diversas sintomatologias ao longo da vida.

Seguem algumas alterações pediátricas onde a osteopatia pode atuar:

  • Dificuldade na sucção;
  • Choro excessivo;
  • Cólicas;
  • Obstipação;
  • Bolçar frequente,
  • Alterações do sono;
  • Torcicolos congénitos e posturais;
  • Alterações e assimetrias crânio-faciais;
  • Alterações da postura do bebé deitado e sentado, assimetrias na distribuição do tónus muscular;
  • Alterações assimétricas da posição sentada, no gatinhar ou na marcha;
  • Diminuição da coordenação motora;
  • Infeções respiratórias;
  • Dores de cabeça;
  • Desequilíbrio das curvaturas da coluna;
  • Alteração de alinhamento dos membros inferiores;
  • Alterações do plexo braquial.

Contate-nos, retire as suas dúvidas ou faça a sua marcação.

Usamos cookies para oferecer a melhor experiência on-line. Ao concordar, aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de cookies.

Privacy Settings saved!
Opções de Privacidade

Quando visita qualquer site, pode guardar ou recuperar informação no seu navegador, maioritariamente na forma de cookies. Controle as suas configurações de cookies deste sítio aqui.

Rejeitar tudo
Aceitar tudo